Image

apple

iBeacons, UX em espaços físicos, e o novo Apple HomeKit
3 months ago

iBeacons, UX em espaços físicos, e o novo Apple HomeKit

Já falamos por aqui sobre a integração entre as experiências físicas e digitais e como o mobile tem papel essencial em fazer essa ponte.

As grandes redes de varejo já …
Read More

Flat or not?
1 year ago

Flat or not?

Flator Not flat

We need to move beyond the superficial conversation about styles and incremental adjustments to boldly invent the next frontier of interface design. by John Maeda @ Wired

Ok, concordamos com isso, mas nem só de conteúdo, clicks, contexto, mapas e afins vive o arquiteto de informação. Visual também conta no nosso cinto de utilidades, e ultimamente tem caído na boca do povo o tal Flat Design.

Flat or not?

Falamos aqui no blog do tal do Flat Design. Mas o que mais se fala é sobre a nova cara do iOS7, que veio com todas as piadas como anexo. Calma, eu não disse que esse estilo iOS7 é o tal do flat, mas que ele segue uma linha parecida e que ele está sendo super (mal) falado – o que nos faz pensar a respeito. Neste post há uma linda explanação sobre o assunto.

Acredito que a grande questão está (sim) na comparação do que era o visual do iOS e no que está se tornando e não somente “how it works”. Uma palavra feia mas que tem um resultado lindo é o tal do Skeuomorphism (explicando de maneira simples, é a representação gráfica de algo físico com todas as características como textura, volume, forma, luz e etc.)

Pessoalmente o que me encanta nas aplicações para o iPad (por exemplo) são as interfaces lindas, cromados, couro, vidro, coisas reais no mundo digital com funcionalidades excelentes. Por exemplo o visual do Find My Friends.

Acho muito bacana ver minha agenda ou painel real dentro do meu tablet.

Mas ao mesmo tempo adoro quando o Google me apresenta um layout simples como o menu da câmera no Android Jelly Bean:

Google

Opa, mas aí já se percebe outra coisa: o que importa nessa etapa? Uma beleza magnífica ou uma utilização eficiente (sem ser feio, claro!).

Chegamos no ponto certo.

Realmente “o que importa” é muito mais do que “como se apresenta”, e por isso vamos jogar algumas coisas sobre estes dois estilos gráficos.

Seguem pontos positivos e negativos:

 Skeuomorphic

(Não vamos tão fundo, mas alguns dizem que pode ser Realismo)

Prós:

  1. Facilmente reconhecido. Remete a algo real que já conhecemos no “mundo real”.
  2. Apelo visual (agradabilidade) mais acentuada.
  3. Captura a atenção do usuário para os detalhes e a realidade, trazendo assim, um experiência mais prolongada e agradável.
  4. Os designers amam tudo que o skeur pode oferecer. Afinal, é lindo mesmo.

Continue lendo »

Citações para tempos de Analytics

“Existem numerosas citações sobre o quão importante são as estatísticas e sobre como as decisões devem sempre ser pautadas em números. O que os seus usuários estão dizendo é …
Read More

Apple e o MacBook Wheel

Abaixo uma reportagem sobre o lançamento do novo MacBook Wheel, o notebook da Apple que rompeu as barreiras da inovação e trouxe um wheel (o mesmo dispositivo de navegação dos …
Read More

Fácil de usar

Fácil não, facílimo. Impressionante esse vídeo em que uma criança entre 2 e 3 anos de idade mostra sua familiaridade com o iPhone. Agora gostaria de ver um vídeo com …
Read More

Top