Image

Metodologia

Xplus – Metodologia ágil adaptada para UX
2 months ago

Xplus – Metodologia ágil adaptada para UX

É comum em equipes de desenvolvimento que utilizam metodologias ágeis sentirem alguns ruídos, dificuldades e até atritos quando buscam introduzir UX design nos projetos. Muitas são as soluções propostas por diversos profissionais que utilizaram adaptações de frameworks de gerenciamento de equipe para incluir processos dos designers de experiência de usuário nas iterações de desenvolvimento. Porém, como sempre vale ressaltar, cada equipe e/ou empresa deve encontrar as soluções que melhor atendem às necessidades de suas equipes e às suas culturas empresariais.

Um dos modelos que me chamou bastante a atenção foi o Xplus, uma variação do XP (eXtreme Programming) que introduz versões reduzidas de alguns processos de UX.

O XP é uma metodologia que usa iterações de desenvolvimento com foco no escopo e incentiva o alto controle de qualidade. O Xplus propõe que nas iterações padrões do XP sejam inclusos: prototipação, avaliação heurística, padronização de design de interfaces, testes de aceitação e testes de usabilidade.

design-xplus

Continue lendo »

Perdeu o foco da AI no projeto? Metodologias ágeis nele!
4 months ago

Perdeu o foco da AI no projeto? Metodologias ágeis nele!

Hoje eu acordei com vontade de militar sobre métodos ágeis na gerencia de projetos que incluem forte presença de AI/UX, como se integram bem, dentro de cenários onde são desenvolvidos projetos de médio e grande porte e com equipes compostas por analistas e desenvolvedores de sistemas.

aiux.fw

(Vou sempre me referir AI/UX tomando como premissa que trabalhamos sempre com esse dueto de expertises, ok?)

Eu sei que é um assunto pouco explorado no âmbito da AI/UX, principalmente para aqueles que têm um dia-a-dia dentro de agências de publicidade (onde as equipes têm um perfil de comunicação) ou que trabalham em projetos com menor demanda de organização de conteúdo. Por este motivo pode até parecer uma longa conversa sobre sistemas, mas não é. Tenha fé e prossiga.

No final da leitura, aqueles que não conhecem estarão apaixonados pelos métodos ágeis e serão os primeiros da equipe a apoiar quando adotado em seu ambiente de trabalho. Os que já conhecem vão relembrar os bons momentos que passaram nos Sprints ;)

Já aviso que meu foco nesta conversa será o Scrum, a metodologia que tenho mais vivência, apesar de não ser especialista. Tudo que vai ler a partir de agora é baseado em vivências de uma arquiteta de informação e UX designer, então se houver termos mais simplistas, paciência. Respirem fundo e vamos lá.

Continue lendo »

Começando o wireframe no editor de textos
6 months ago

Começando o wireframe no editor de textos

Uma landing page é um espaço para contar uma história.

Você precisa fazer com que a pessoa rapidamente entenda onde ela está, e ainda mostrar alguns argumentos para convencê-la a tomar determinada ação. É como uma história (algumas vezes um diálogo), com começo-meio-fim e quase sempre um call-to-action bem claro.

Então por que não começar a contar essa história em um editor de textos como o Google Docs ou o Word?

Continue lendo »

O time de UX da Globosat

Esses dias encontrei uma apresentação bem bacana no slideshare, criada por Eduardo Brandão sobre a equipe de UX da Globosat.

Para quem não conhece, a Globosat é uma empresa de TV por assinatura localizada na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A apresentação é um convite para recrutar profissionais de UX para o time da Globosat. Mas mesmo se você não está procurando um novo emprego agora, vale a pena dar uma passeada pelos slides para conhecer um pouco da estrutura do time de UX dos caras. Eles falam um pouco das personas da empresa, da metodologia de UX, da filosofia do time e das ferramentas que eles usam no dia-a-dia.

Continue lendo »

UX em agências digitais
9 months ago

UX em agências digitais

Texto enviado por Richard Jesus.

UX_em_Agências

Construir marcas fortes nos dias de hoje é um desafio enorme e que, aparentemente, vai aumentar. Investimentos cada vez mais elevados apostam na comunicação como ferramenta para conseguir diferenciação e valor agregado aos produtos e serviços e isso tem feito com que agências e clientes invistam na criação de serviços para suas marcas.

“Tell me and I forget, teach me and I may remember, involve me and I learn.”
- Benjamin Franklin

O que as pessoas irão se lembrar?

Seja lá qual for a área e o tamanho da agência, conhecemos alguns desafios no cenário atual: do lado do cliente, o prazo, orçamentos apertados e expectativa de retorno. Do lado do mercado, todos os lançamentos, surgimento de novos modelos de negócio e marcas, mudanças de hábito e novas tecnologias.

Continue lendo »

Top