Projetos do Google X, longa vida ao e-mail e MoMo, a evolução do FoMo

Monday Readings

Mais uma edição do Monday Readings: um copo de café + 30 minutos da manhã de segunda-feira + 5 links relacionados a design, tecnologia ou comportamento. Para começarem a semana inspirados :)

Monday, 28.07.14

#1

Um papo com Larry Page e Sergey Brin
Em rara entrevista dada juntos, Page (CEO do Google) e Brin (head do Google X, instalação semi-secreta do Google dedicada a fazer grandes avanços tecnológicos) falam sobre os últimos projetos da firma:

  • Carros sem condutor: “Eles podem formar trens. Eles podem ir em alta velocidade, talvez em velocidade muito maior do que as nossas de estrada aqui. Fundamentalmente, eles podem simplesmente fazer um uso mais eficiente do espaço e, portanto, do tempo das pessoas. Então eu acho que pode ser realmente transformador.”
  • Setor de saúde: o Google já investiu em apps como Google Fit, uma vez que o mercado de saúde é um dos maiores nos EUA. Porém, a empresa vê barreiras nos órgãos reguladores: “Eu acho que o peso da regulamentação nos EUA é tão grande que deve dissuadir um monte de empreendedores.”
  • Robôs: com uma sociedade mais produtiva e eficiente auxiliada por máquinas você poderia “apenas reduzir o tempo de trabalho.”, segundo Page, que contou que lançou a ideia de uma semana extra ou duas de férias ou uma semana de trabalho de quatro dias com freqüência no passado com aprovação universal.

#2

Um único carrinho de compra para todos os E-commerces dominar
O carrinho de compras abandonado é o pesadelo do e-commerce. Alguns estudos estimam que cerca de dois terços dos carrinhos de compras são abandonados pouco antes da transação ser concluída.

Seja qual for a razão, as empresas de comércio eletrônico estão sempre em busca de novas maneiras de convencer os clientes a fechar o negócio. Uma startup de Nova York pode ter a resposta: Um único carrinho de compras para toda a internet.

Keep é um aplicativo móvel que funciona um pouco como Pinterest. No mês passado, a empresa lançou um recurso chamado OneCart, um carrinho de compras universal que permite aos usuários do Keep selecionarem qualquer item de qualquer loja online, adicioná-lo a um único carrinho, e fecharem a compra com um único clique.

Começou com a necessidade de bater o Pinterest, mas evoluiu como uma maneira de consertar a Internet. Sua fundadora conta que “toda vez que queria comprar algo no celular, acaba num web browser do varejista, que é um saco. Então pensamos, vamos consertar o checkout mobile para o Keep, e enquanto fazemos isso, vamos consertar a web.”

Continue lendo »

Os cases vencedores dos leões de Mobile em Cannes 2014

Cannes Mobile Winners 2014

Um apanhado de video-cases para você ver (e se lembrar) de para onde as coisas estão rumando.

Nivea Protection Ad (Brazil)

Alvio (USA)

Continue lendo »

Xplus – Metodologia ágil adaptada para UX

É comum em equipes de desenvolvimento que utilizam metodologias ágeis sentirem alguns ruídos, dificuldades e até atritos quando buscam introduzir UX design nos projetos. Muitas são as soluções propostas por diversos profissionais que utilizaram adaptações de frameworks de gerenciamento de equipe para incluir processos dos designers de experiência de usuário nas iterações de desenvolvimento. Porém, como sempre vale ressaltar, cada equipe e/ou empresa deve encontrar as soluções que melhor atendem às necessidades de suas equipes e às suas culturas empresariais.

Um dos modelos que me chamou bastante a atenção foi o Xplus, uma variação do XP (eXtreme Programming) que introduz versões reduzidas de alguns processos de UX.

O XP é uma metodologia que usa iterações de desenvolvimento com foco no escopo e incentiva o alto controle de qualidade. O Xplus propõe que nas iterações padrões do XP sejam inclusos: prototipação, avaliação heurística, padronização de design de interfaces, testes de aceitação e testes de usabilidade.

design-xplus

Continue lendo »

A experiência do usuário e a resistência a mudanças

2010040550640601_331121g

“O novo não é o contrário do velho, mas o oposto das prisões que nos impomos.”
– Arthur da Távola

Basta o Facebook anunciar qualquer mudança nas páginas de perfil ou no newsfeed e você já sabe o que vem a seguir: posts de vários de seus amigos (inclusive os que não trabalham com nada relacionado a UX) reclamando das tais mudanças.

zuckerberg_viciado_em_mudanças

“Pô, agora que eu estava me acostumando, veio o Mark Zuckerberg e mudou tudo”.

Acontece que a resistência a mudanças não é novidade nenhuma na natureza humana. E no Design Digital ela se acentua a cada vez que uma nova versão de um produto é lançada.

Continue lendo »

Quem tem medo da tecnologia, apps querem dominar sua tela de bloqueio e projetos paralelos estúpidos

Monday Readings

Mais uma edição do Monday Readings: um copo de café + 30 minutos da manhã de segunda-feira + 5 links relacionados a design, tecnologia ou comportamento. Para começarem a semana inspirados :)

Monday, 21.07.14

#1

Quem tem medo da tecnologia?
Mês passado, taxistas londrinos entraram em greve contra o Uber, uma espécie de EasyTaxi americano. Eles protestaram contra o licenciamento dos taxis Uber na cidade – querem que as mesmas taxas sejam aplicadas a eles. No fundo, é um protesto contra algo que já foi garantido (o modelo de negócios dos taxis) sendo interrompido por um mundo em movimento, e como os taxistas não estão no controle de suas vidas.

Mas ao invés de temer a tecnologia, não deveríamos abraça-la? E mais do que isso, desafiá-la, juntos. Vamos discutir o porquê do Facebook fazer experimentos com nossas emoções não parece correto. Ou como nos sentimos ameaçados pelas multi-telas e dispositivos no nosso dia-a-dia. Vamos discutir o porquê das crianças ficarem mais tempo online do que offline. E claro, o que a tecnologia mobile representa para a indústria de transporte como um todo, e taxistas em particular. O que descobriremos no final é que a tecnologia menos nos separará do que nos unirá. Nós encontraremos mais jeitos de compartilhar, conectar, aprender e crescer através da tecnologia no futuro.

#2

Aplicativos que querem dominar sua tela de bloqueio
Para um grupo de start-ups, a tela inicial não é suficiente. Eles estão se concentrando em reivindicar o espaço na tela de bloqueio, a área em que você digita uma senha antes de ter acesso ao resto dos seus menus. O objetivo é fazer com que o retorno para um determinado aplicativo o mais frequente e mais fácil possível.

Essa é a estratégia do Wut, um app de troca de mensagens, onde a maior parte das interações ocorre na tela de bloqueio. Novas mensagem aparecem inteiras como notificações, o que significa que você não precisa desbloquear seu celular para ver o que seus amigos estão dizendo.

“A tela inicial já está preenchida com os aplicativos primordiais como o Twitter, Facebook, Instagram. Em muitos casos, aplicativos como Wut são feitos de forma que você quase nunca tem que abri-lo.”

Continue lendo »

O processo de design do Google Glass

A designer Isabelle Olson conta, no vídeo abaixo, sobre o processo de simplificação do design do Google Glass: do pesado e desengonçado protótipo que ela recebeu dos engenheiros, até chegar à solução final de design dos óculos.

Um dos primeiros protótipos do Google Glass

Um dos primeiros protótipos do Google Glass

Continue lendo »

Bingo de UX

A boa e velha piada do Bingo de UX: imprima a cartela abaixo e, quando você ouvir uma das frases em uma reunião, você bota o feijãozinho lá.

Cartela cheia vale um mês de (merecidas) férias.

Bingo de UX

Checklist de UX: projetando experiências Simples, Acionáveis, Inteligentes, Agradáveis e Relevantes

Há alguns dias publiquei meu primeiro livro sobre UX, que o Caio já mencionou aqui no blog. Trata-se de um guia mais prático para quem está começando na área ou para quem deseja aprender o básico antes de decidir se aprofundar na disciplina.

Em um dos capítulos, montei uma espécie de Checklist com algumas perguntas que podem te ajudar a chegar às respostas que você procura quando estiver projetando experiências para outras pessoas. User Experience não é uma disciplina binária (onde existe o “certo” e o “errado”), mas existem algumas boas práticas que podem ser úteis para os UX Designers e outros membros do time – e que valem a pena ser compartilhadas quando possível.

Checklist_User_Experience

O link para o checklist é esse aqui: http://fabricio.nu/checklist

Google+